fbpx

A três horas de lancha rápida partindo da zona urbana de Manaus, dezenas de crianças e pais esperavam, com semblantes ansiosos, a chegada de brinquedos e de um presépio flutuante, na comunidade do Apuaú, no Rio Negro, na última quinta-feira, 16/12. Vivendo muitas vezes isolados nas comunidades ribeirinhas e rurais, os comunitários manifestaram alegria por serem lembrados e viverem um momento “mágico” próximo ao Natal.

“Hoje teve criança que nem dormiu, eles nunca tiveram esse tipo de doação, essas coisas nunca chegavam nas comunidades ribeirinhas, então é uma felicidade enorme e um momento mágico para eles”, afirmou a professora Aparecida Melo, 58 anos. Atualmente, ela está à frente da diretoria da escola municipal Santo Antônio, na comunidade ribeirinha Monte Sinai, e por isso levou 16 alunos para receber os presentes na comunidade vizinha, que estava servindo como polo das doações para diversas outras.

A ação faz parte do “Natal das Águas, Luz da Esperança”, projeto da Prefeitura de Manaus que, por meio do Fundo Manaus Solidária (FMS) e em parceria com a Distribuidora Atem, deu início à distribuição de brinquedos nas comunidades ribeirinhas do rio Negro. Além das doações, faz parte da iniciativa municipal um presépio flutuante, de 30 metros de altura, e que iniciou sua primeira viagem pelo rio Negro no dia 16. A iniciativa visa fortalecer o sentimento natalino com várias atividades, tanto na área urbana quanto nas zonas ribeirinha e rural.

A Distribuidora Atem fez a doação, ao FMS, de cestas básicas e brinquedos. De acordo com o Fundo, 38 comunidades das calhas do rio Negro e rio Amazonas serão visitadas, totalizando cerca de três mil crianças a receberem os presentes nessas regiões. Já as cestas básicas estão sendo entregues a famílias em situação de vulnerabilidade social atendidas pelo órgão, a moradores da zona rural, e a instituições da capital, como o Grupo Super Mães de Criança Especiais, na zona Norte, e escolas municipais.

De acordo com o diretor executivo do Fundo Manaus Solidária, Reginaldo Rocha, que estava presente durante as entregas, a orientação da gestão municipal é chegar aonde ninguém se fez presente nos anos anteriores. “Hoje estamos fazendo isso. Algumas comunidades, pela distância, são esquecidas pela gestão pública e a gente quer fazer com que elas sejam lembradas, e trazemos a mensagem de que a área rural e ribeirinha também é Manaus”, disse.

Para chegar a essas áreas mais distantes, o Fundo celebrou parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Divisão Distrital da Zona Rural, além da Atem. A gerente de Comunicação e Marketing da distribuidora, Monique Lasmar, afirma que a parceria está alinhada com a política de responsabilidade social da empresa. “Além de pautar nossas ações em uma gestão ética e transparente, temos um compromisso social e ficamos muito felizes em saber que as doações tornam o Natal dessas famílias ainda mais especial”, afirma.

Moradora da comunidade indígena Três Unidos, a professora de educação infantil Rainete Dias, 24 anos, da etnia Kambeba, ressaltou que as condições financeiras na zona ribeirinha são mais difíceis e esse tipo de ação é bem-vinda. “As crianças ficaram muito felizes, não só elas, como os pais, porque tem pai que tem condições de dar um presente de final de ano para o seu filho, mas muitos aqui não têm essa oportunidade, então é maravilhoso ver a alegria no rostinho delas”, afirmou Rainete. Ela explicou que atualmente trabalha na escola com o propósito de revitalizar a cultura do povo Kambeba.

Sobre a Atem – O Grupo Atem é composto por diversas empresas no ramo de combustíveis, logística rodoviária e fluvial e construção naval, entre outras, sendo a principal delas a Atem Distribuidora de Petróleo, fundada há 21 anos. O Grupo está presente em 11 estados do Brasil, possuindo, a Distribuidora, mais de 300 postos franqueados, 5 bases de distribuição ativas, 4 bases em construção e mais de 2 mil clientes ativos, movimentando um total de mais de 5 bilhões de litros de combustíveis por ano.